Category Archives: Uncategorized

Livro de Receitas Low Carb | Dieta e Cardápio Low Carb em PDF | Português

Almost there! Just One more step...

Get the case study now

My step-by-step implementation guide to getting more freedom from your business

We process your personal data as stated in our Privacy Policy. You may withdraw your consent at any time by clicking the unsubscribe link at the bottom of any of our emails.

Close

"Perca Peso Sem Passar Fome com o Maior Almanaque Low Carb na Linguá Portuguesa"

Quem Comprou Adorou!

The timer has expired!

Pão De Queijo é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Na Dieta

pão de queijo é low carb

O pão de queijo é um alimento feito á base de gordura e como o próprio nome já diz queijo. Onde uma unidade pequena contém cerca de 181 calorias com 17 gramas de carboidratos 12 gramas de gordura e 2 gramas de proteína. Dentre as variações da receita os principais ingredientes são polvilho, ovos, azeite, sal e queijo.

A receita original é rica em carboidratos e gorduras saturadas sem contar nas propriedades do polvilho que contém uma grande quantidade de amido, resultando em um carboidrato que causa no organismo picos de insulina além de, uma grande quantidade de gordura que não é boa para o organismo.

Porque o pão de queijo não pode ser consumido na Dieta Low Carb?

É um alimento muito gostoso vendido na maioria das padarias como café da manhã e lanche da tarde porém, não pode ser considerado um alimento Low Carb primeiro pela quantidade de polvilho que é basicamente puro amido, e carboidrato simples que quando chega no organismo eleva os níveis de glicose que fazem com que o corpo armazene como gordura.

 E segundo, porque a gordura que está presente no pão de queijo tradicional é geralmente a de origem vegetal ou seja, óleo de soja. Gordura que não é considerável saudável evitada em qualquer tipo de dieta, tanto pelas propriedades nutricionais que não são boas quanto pela forma como age no metabolismo.

Como atua o óleo de soja no organismo?

O óleo de soja quando aquecido a uma temperatura maior que 180 graus produz substâncias tóxicas para o organismo, além de elevar facilmente as taxas de colesterol, facilitar o propiciar a processo inflamatório e oxidação das células podendo aumentar a chance de problemas cardíacos. Há ainda, aqueles que acreditam em que quantidades pequenas e quando não tão aquecido ele traz benefícios, porém como a base aqui é o pão de queijo regular ele não tem vantagens.

O pão de queijo na sua versão tradicional deve ser evitado por essas razões acima porém, existem várias versões Low Carb dessa delicia em que o polvilho e o óleo de soja são substituídos por inúmeros ingredientes, fazendo com que o pão de queijo fique além de mais magrinho também delicioso e com diferentes aspectos e texturas também.

Aqui estão algumas receitas de pão de queijo Low Carb, que são feitas e adaptadas exatamente para que essa delicia possa fazer parte do cardápio diário. As quantidades de proteínas são mantidas, o queijo é o ingrediente principal de todas elas o que muda é o modo em que a fermentação acontece e a fonte de gordura da receita.

Receita de pão de queijo com queijo provolone

Ingredientes:

  • 1 ovo;
  • 3 fatias de provolone;
  • 2 colheres de parmesão ralado;
  • 1 colher de fermento em pó;

Modo de Fazer:

Bata o ovo e o provolone no liquidificador. Depois de ficar uma mistura homogênea coloque em um refratário e adicione o queijo parmesão ralado aos poucos. Adicione o fermento e separe essa massa em cinco pedaços. Agora é só leva-los ao forno para assar em formas untadas por mais ou menos 20 minutos na temperatura de 180 graus e com o dourador ligado deixe mais uns 2 minutinhos só pra ficar mais crocante e ficar mais parecido com o pão de queijo tradicional.

Pão de Queijo Low Carb com farinha de amêndoas

Ingredientes:

  • Um copo de parmesão ralado;
  • 4 ovos;
  • 1 colher de chá de fermento;
  • 60 gramas de farinha de coco;
  • Meia colher de sal;
  • 2 colheres de sopa de creme de leite light;

Modo de Fazer:

Misture todos os ingredientes usando uma batedeira ou liquidificador. Deixe o forno aquecendo enquanto você modela as bolinhas na forma antes de ir ao forno. Coloque-as nessa assadeira untada em fogo médio por mais ou menos 30 minutos.

Qualquer uma dessas duas receitas é uma adaptação do pão de queijo a dieta Low Carb para que ela se torne mais deliciosa e fácil de seguir. Ambas opções podem ser servidas com um lanche da manhã ou num café da tarde com uma xícara de café sem açúcar ou chá, também sem açúcar.

As adaptações são necessárias, pois, como visto as propriedades nutricionais de um pão de queijo tradicional não se adequam nem a dieta e muito menos a saúde. Porém as versões low Carb continuam com o gosto de queijo e crocantes, muito parecidas. Mais uma vez é necessário adequar aos poucos o paladar para que ele e o corpo se adequem a esse novo estilo de vida.

Farinha De Arroz é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Na Dieta

farinha de arroz é low carb

A farinha de arroz é feita a partir da moagem do grão de arroz, formando assim uma farinha sem glúten, nesse processo são utilizados menos produtos químicos e por isso ela também é mais saudável do eu a farinha de trigo (Principal farinha a qual ela é substituída). As pessoas que fazem o uso dessa farinha são geralmente intolerantes ao glúten ou, os que procuram trazer benefícios do arroz em sua alimentação.

Essa farinha contem amido então, à primeira vista ela não pode ser considerada Low Carb, pois é muito semelhante a farinha de trigo diferenciando-se apenas pelo fato de não conter glúten. Mas apesar disso, quais são as vantagens de consumir a farinha de arroz para a saúde?

A farinha de arroz pode ser feita tanto com arroz branco que é o mais comum, desse modo, contém poucos nutrientes e diferencia-se pela farinha de trigo tradicional unicamente pelo glúten, o sabor é pouco característico. Já, a farinha de arroz integral possui mais indicações e mais fibras em sua composição e depois de moído o grão ele contém o gosto mais acentuado do arroz e os nutrientes estão muito mais presentes. Além dessas ainda existe uma farinha de arroz glutinoso, que é um arroz mais presente na Ásia.

Um fato que fez com que ela fosse introduzida no mercado foi para que as pessoas com intolerância ao glúten pudessem consumir alimentos simples como barras de cereal, massas, pastéis, doces. Enfim, foi uma adaptação criada pelo mercado por causa da demanda que vinha crescendo. E, ao longo desse processo foram descobertos mais benefícios desse uso.

A farinha de arroz é um alimento rico em fibras, característica que faz com que ele seja a opção também para aqueles que querem aumentar o consumo de fibras diário e ajudar o intestino a funcionar melhor, ajudando assim também o metabolismo como um todo porque sabe-se que quanto mais o intestino funciona mais há a eliminação das substâncias ruins presentes nele, melhorando assim, além disso a imunidade como um todo.

A farinha de arroz pode ser feita em casa também, com um liquidificador mais potente ou um processador é preciso apenas bater os grãos até ficarem com textura de farinha. O grão que mais tem nutrientes e faz bem se adicionado a alimentação é o feito do arroz integral. Como já dito, ele pode muito bem substituir o ingrediente farinha de trigo e tem a consistência muito parecida nas receitas.

Porque quem está seguindo a dieta Low Carb não deve comer Farinha de arroz?

A dieta Low Carb não permite que a farinha de arroz faça parte dos alimentos permitidos pela mesma razão a qual o arroz não seria permitido, porque dentro do organismo na sua metabolização embora contenha muita proteína ele se transforma em açúcar. Isso ocorre, principalmente quando a farinha é feita do tradicional arroz branco.

Já, quando a farinha de arroz é feita com o arroz integral ela contém muito mais fibras e é considerada um carboidrato complexo que necessita mais horas para ser metabolizado devido a quantidade de fibras presente. Nesse caso, a opção por farinha de arroz torna-se mais saudável e adequa-se mais ao Low Carb.

A base da dieta Low Carb é o menos carboidrato possível nos alimentos e por isso as farinhas mais indicadas são aquelas sem glúten e sem amido, e que possuem em sua composição basicamente fibras. São o caso das farinhas de coco, berinjela, amêndoas, linhaça.

Todas consideradas e permitidas na Low Carb. Um ponto negativo dessas farinhas é que elas são mais caras quando comparadas as tradicionais. Uma das opções pode ser fazê-las em casa, onde tornam-se um pouco mais em conta do que compra-las diretamente.

Esses ingredientes são vendidos em casas de produtos naturais, ou até em sessões de mercado com alimentos para pessoas com intolerância, light, diet. Hoje em dia como a quantidade de pessoas que fazem dietas aumentou significativamente, não só por questões estéticas mas pelo que vem aparecendo de doenças por causa do excesso de peso a opção ser saudável já ganha vários adeptos diariamente.

Para conclusão, essa farinha embora não permitida nas farinhas Low Carb pode ser uma alternativa quando não há outra farinha e quando a substituição procurada for pela farinha branca tradicional. É importante salientar que os preparos e porções devem ser reduzidos em qualquer caso, e se de vez em quando consumida não fará grande alteração nos resultados da dieta.

Receitas de Lanches Low Carb | Ótimas Para Levar Para o Trabalho

lanches low carb

Muitas pessoas seguem a dieta low carb tanto para perder peso como também devido aos seus benefícios para a saúde, já que além de promover a perda de peso, ela melhora o controle de açúcar no sangue e o colesterol HDL, também conhecido como “colesterol bom”.

Porém, para muitas pessoas, encontrar opções de lanches com pouco carboidrato pode ser algo bastante difícil, já que a maioria das opções mais conhecidas são ricas neste nutriente, mas saiba que há várias opções e maneiras de preparar lanches da tarde na dieta low carb que podem ser bem mais fácil do que você imagina, além de serem muito nutritivos e saborosos.

Veja agora 7 opções de lanche da tarde low carb

1. Sanduíches de salada

Para muitas pessoas os sanduíches são as opções mais comuns de lanche da tarde, e se você é uma delas, em uma dieta low carb, poderá adaptá-los! Como? Comece a usar folhas grandes de alface, couve ou acelga no lugar do pão e recheei com aquilo que mais gosta. Além de tirar muitos carboidratos do seu lanche, você irá adicionar vários nutrientes!

2. Ovos Cozidos

Um ovo grande tem menos de um grama de carboidrato além de ser rico em colina e vitamina B12, nutrientes essenciais para a saúde do cérebro.

Esse é um lanche bem fácil de se fazer, basta cozinhar os ovos e cortar ao meio no sentido do comprimento. Você também pode retirar a gema e rechear com várias opções low-carbs e super saudáveis, como guacamole, maionese, hommus, etc.

3. Chips de Abobrinha

São leves e crocantes e você pode até confundi-los com chips de batata! Para fazer, corte a abobrinha em fatias finas com faca ou com bandolim (que ajuda a deixar as fatias mais finas) e em uma tigela grande, misture as fatias de abobrinha com cuidado para não quebra-las, com azeite, sal, cebola em pó, pimenta e páprica.

Coloque as fatias em uma assadeira – não precisa deixa-las muito separadas já que elas encolherão enquanto assam – e deixe assar por cerca de 8 a 15 minutos. Quando a abobrinha começar a apresentar umas manchinhas marrons, retire-as imediatamente do forno.

4. Crips de queijo cheddar

O queijo cheddar é um lanche bastante versátil e com baixo teor de carboidrato, já que uma porção de 28 gramas contém menos de 1 grama deste nutriente, além de ser uma alternativa deliciosa e crocante.

Para isso, corte fatias finas de queijo cheddar em pequenos cubinhos individuais, coloque-os em uma assadeira e leve ao forno a 150° C por cerca de 30 minutos ou até ficar crocante.

5. Mistura caseira de castanhas

Quando você compra aqueles saquinhos de castanhas presentes no mercado, muitas vezes, além das castanhas eles contém passas, frutas secas e doces que são ricos em carboidratos, por isso você pode fazer o seu em casa com pouco carboidrato, misturando uma variedade de castanhas e sementes com ingredientes de baixo teor de carboidratos, como por exemplo coco sem açúcar.

Uma receita fácil de mix de castanhas para lanche da tarde low carb é misturar:

. 1 xícara (112 gramas) de nozes picada

. 1 copo (112 gramas) de noz-pecã

. ½ xícara (43 gramas) de flocos de coco sem açúcar

. ½ xícara (43 gramas) de sementes assadas de abóbora.

6. Wraps de salada de atum

Uma lata de atum que contém cerca de 85 gramas não contém quase nada de carboidrato e cerca de 20 gramas de proteína, o que é ótimo para a sua dieta!

Para fazer salada de atum, misture uma lata de atum com ¼ de xícara (55 gramas) de maionese e ¼ de xícara (25 gramas) de aipo cortado em cubos. Tempere essa mistura com sal e pimenta a gosto.

Para uma opção ainda melhor de lanche da tarde low carb, envolva a salada em uma folha de alface grande, ou você também poderá usar essa salada para rechear seus ovos cozidos!

7. Sementes de abóbora torradas com canela

Um quarto de copo, cerca de 16 gramas, de sementes de abóbora contém apenas 9 gramas de carboidratos e 3 gramas de fibra, além do que, elas são ricas em zinco, um mineral essencial que é necessário para manter uma ótima saúde imunológica e o metabolismo.

Para fazer sementes de abóboras torradas com canela, misture ½ xícara, cerca de 32 gramas de sementes de abóbora com ½ colher de chá de canela e 2 colheres de chá, cerca de 10 ml, de azeite de oliva. Espalhe as sementes em uma assadeira e asse no forno a 150 °C por 45 minutos ou até dorar.

Você também pode fazer essa opção de lanche da tarde low carb trocando a canela por sal ou qualquer outro tempero que goste.