Triguilho é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Triguilho Na Dieta

triguilho é low carb

Triguilho é um dos nomes populares que é conhecida a farinha para quibe. Essa farinha é feita através do grão integral do trigo que não germinou e por isso não necessita de nenhum processo e aditivo químico, é feito da forma mais natural possível e preserva as propriedades integrais do grão, por isso ao contrário do que se pensa e parece pode fazer muito bem a saúde.

triguilho é low carb

Você pode encontrar receitas low carb com triguilho no nosso livro aqui.

Essa farinha concentra os nutrientes e minerais da farinha integral do trigo e por isso pode ser inclusa na alimentação de diversas formas as mais comuns são:

Quibe: Esse é um alimento muito consumido no Oriente Médio, principalmente na culinária Árabe é um bolinho feito desse triguilho que é recheado com carne, temperado com uma variedade de ervas e pode ser consumido frito, cozido ou cru.

Tabule: Prato libanês que pode ser servido como aperitivo ou entrada. Trata-se de uma espécie de salada pois é feita com vários ingredientes saudáveis, além do triguilho, como tomate, cebola, limão dentre outros temperos.

O Triguilho é um excelente alimento por ser derivado da farinha de trigo sem nenhum aditivo químico e também por possuir benefícios como:

É rico em fibras. Isso quer dizer que pode ajudar as pessoas com intestino preso e aquelas que querem se sentir mais saciadas nas refeições. Isso se dá porque quanto maior o número de fibras inclusas no cardápio maior à saciedade por conta da digestão ocorrer de maneira mais lenta. Isso é ótimo para quem busca comer menos!

Essa farinha também aumenta a imunidade deixando-a mais forte por conta da combinação fibras e vitaminas do complexo B. Aumentando o fluxo intestinal e excreção de substâncias o corpo consegue ficar mais limpo e fazer com que os glóbulos brancos responsáveis pela imunidade como um todo trabalhem mais.

Triguilho é Low Carb?

Não! Trata-se de uma farinha muito importante para a saúde e com vários benefícios porém não é considerada Low Carb pelo fato de que em 100 gramas de triguilho estão presentes 76 gramas de carboidratos. E essa é a quantidade geralmente usada nas receitas, por isso, quando a opção for por incluir triguilho na dieta Low Carb é preciso pensar muito bem.

A melhor forma de matar a vontade dessas delicias é optando pelas versões Low Carb delas que já existem várias receitas e soluções de alimentos com o gosto muito parecido. Aqui estão duas receitas Low Carb, uma de quibe e outra de tabule que são deliciosas e farão com que o triguilho seja substituído honrosamente.

Tabule Low Carb com quinoa

Ingredientes:

  • 1 xícara de Quinoa em grãos;
  • 2 xícaras de água;
  • 10 folhas de alface picada;
  • 2 tomates picados;
  • 1 cebola picada;
  • 1 xícara de chá de hortelã picada;
  • 2 colheres de suco de limão;
  • 2 colheres de azeite de oliva;

Modo de Fazer:

Coloque a quantidade de Quinoa em uma panela com a quantidade de água que pede a receita e deixe cozinhar em fogo brando por 15 minutos ou até que a água seque. Para que a cebola perca a ardência pode ser refogada um pouco com azeite de oliva ou ficar de molho na água quente por alguns minutos. Depois disso é só misturar todos os ingredientes e servir.

Quibe Low Carb com brócolis

Ingredientes

  • 500 gramas de carne moída;
  • 250 gramas de brócolis;
  • Meia cebola picada;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta do reino;
  • Salsinha a gosto;
  • 1 colher de sopa de manteiga;

Modo de Fazer:

O brócolis deve ser lavado e triturado em um processador ou liquidificador até ficar bem triturado. Depois disso, frite-o na manteiga até cozinhar e secar, depois disso, adicione a carne moída. Os temperos são acrescentados a gosto, pode-se usar as mais diversas variedades além do sal e pimenta. Quando estiver pronto o cozimento da carne espere esfriar e com as mãos modele os quibes. Eles podem ser colocados no forno, em uma frigideira antiaderente untada ou fritos. Se forem fritos precisam ficar uns minutos no freezer antes.

Essas duas opções são muito práticas e rápidas e ambas são feitas com o maior número de ingredientes saudáveis possíveis. Sempre que for se optar por qualquer receita ou substituição é necessário ficar de olho na opção em que existam mais alimentos naturais e que preservem a saúde como principal alternativa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *