Requeijão é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Requeijão Na Dieta

O requeijão é um derivado do leite muito famoso no Brasil, que possui várias aplicações na culinária tanto das pessoas que fazem dieta quanto daquelas que não fazem por ser muito fácil e barato além de realçar o gosto das mais diversas combinações de alimentos quentes ou frios.

Por muito tempo esses complementos a base de gordura foram considerados os vilões e grandes sabotadores das dietas, porém, não é bem assim. Qualquer alimento por menos calórico que seja pode vir a sabotar uma dieta quando consumido de forma exagerada.

Então, não é bom generalizar nenhum tipo de alimento, muito menos aqueles os quais agrada o paladar e você precise os extinguir da dieta totalmente fará com que você apenas se prive e quando vir a consumi-lo irá exagerar, fazendo com que não adiante de nada tanto tempo de privação.

É por isso que mais importante do que evitar qualquer alimento é primeiro interessante entender as propriedades dele e como ele age no organismo para saber a melhor hora de ingeri-lo ou com quais alimentos ele otimiza seu sabor e benefícios.

O requeijão surgiu como um subproduto de um leite já fermentado que não era aproveitado e por isso é uma mistura feita entre gorduras e proteínas do leite. Dentre os componentes presentes no requeijão existem gorduras saturadas e gorduras insaturadas. As gorduras saturadas são as responsáveis pelo aumento do colesterol ruim no sangue, isso porque fazem muito mal para as artérias e esse gordura é diretamente depositada lá.

O ideal é que a quantidade de gordura saturada de uma dieta seja muito baixa ou seja, cerca de 10% das calorias do número total pode ser de gorduras saturadas. Uma quantidade pequena dessa gordura ajuda nos níveis da HDL que é a gordura boa do sangue e por isso, a recomendação é que ela não seja totalmente extinta mas reduzida.

O requeijão tradicional possui em 30 gramas, que equivale mais ou menos a uma colher de sopa, 7,6 gramas de gorduras totais onde 4,6 delas são saturadas. Quando usamos para exemplificar o requeijão light esse número de gorduras saturadas cai pela metade. Então, quem estiver fazendo dieta ou, quem apenas quiser reduzir o consumo de gorduras na alimentação a opção Light do requeijão vale a pena.

O gosto entre os dois já não tem mais tanta diferença já que ao longo dos anos foram se intensificando esse nicho de mercado em que todos buscam um equilíbrio e uma alimentação saudável.

Posso consumir requeijão na Dieta Low carb?

SIM! O requeijão é uma das fontes de gordura da dieta Low Carb porque se trata de uma opção com um número bom de proteínas, além disso. Porém, é melhor quando se opta pela versão light desse alimento já que, muitas vezes ela contém até mais proteínas.

O requeijão light está presente em diversas preparações Low Carb pois se trata de uma fonte de proteínas muito deliciosa e que contém a gordura necessária na preparação da mesma. Por exemplo, existem pães de queijo fit em que o requeijão light é imprescindível para que a receita fique de acordo.

Quando usado em algum acompanhamento, por exemplo, em uma panqueca, ou refogado de legumes sempre é muito importante a quantidade que será consumida. Uma colher de requeijão não contém um número de carboidratos muito significativo, é verdade porém, uma maneira muito fácil de sabotar a dieta Low Carb é abusando das gorduras só porque elas não tem carboidratos.

O que acontece é que as gorduras não possuem carboidratos porém possuem mais calorias do que eles, e o que leva uma pessoa a emagrecer além de fazer as combinações de alimentos corretos é o déficit calórico, ou seja, é preciso comer menos calorias do que se gasta diariamente.

O grande empecilho de muitas dietas trazerem resultados é a quantidade com que determinados alimentos são empregados. No caso da Low Carb as gorduras, como o requeijão por exemplo são muito bem vindas porém é muito importante que se restrinja a duas colheres de sopa por dia, no máximo.

A quantidade de industrializados ajuda na hora de dar um gosto diferente e deixar as preparações caseiras com mais sabor porém, quanto menos aditivos químicos foram utilizados nelas melhor e mais eficiente será para a saúde. Mais uma vez não é interessante que nenhum alimento seja restringido mas sim, controlado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *