Perigos Da Dieta Low Carb | Mitos e Verdades

Como essa dieta vem ganhando uma popularidade cada vez maior, você facilmente irá encontrar pessoas que a seguem, porém, ao mesmo tempo que seguir uma dieta pobre em carboidratos pode trazer incríveis benefícios para a sua saúde e emagrecimento, consumir uma quantidade muito baixa de carboidratos pode trazer alguns riscos para a sua saúde.

Conheça os principais perigos da dieta low carb.

  • Cãibras

Ao dar início nesta dieta, o seu corpo perde sais minerais que são essenciais, como por exemplo o magnésio, potássio e sódio, por isso, se você estiver tendo cãibras, preste atenção na sua alimentação para saber se está consumindo a quantidade adequada de sal.

Alguns exemplos de boas fontes de potássio são ovos, iogurte, salmão, cogumelos e amêndoas.

  • Deficiência em alguns nutrientes

Quando você entra em uma dieta low carb, principalmente quando escolhe quantidades mais restritivas de carboidratos, pode acabar fazendo escolhas ruins de alimentos causando deficiências nutricionais, por isso é muito importante fazer boas escolhas na hora de comprar os alimentos para ter certeza que irá consumir todos os nutrientes e nas quantidades necessárias.

  • Baixos níveis de açúcar no sangue

As pessoas que estão usando insulina ou tomando algum outro medicamento para controlar o nível de açúcar (glicose) no sangue antes de começar essa dieta devem consultar um médico porque quando a sua ingestão de carboidratos é significativamente reduzida, a dose do medicamento deverá ser alterada para impedir que ocorram níveis baixos de açúcar no sangue, o que é chamado de hipoglicemia.

  • Gripe Cetônica

A gripe cetônica, gripe cetogênica ou como também é conhecida “low carb flu” é algo que as pessoas que começam a seguir uma dieta pobre em carboidratos podem sentir após terem se acostumado a ingerir muitos carboidratos durante toda a sua vida.

Seus sintomas incluem nevoeiro cerebral, fadiga e dores de cabeça, porém, eles podem ser minimizados ao se manter hidratado e consumindo uma quantidade suficiente de sal.

Isso geralmente ocorre como resultado do corpo passar a distribuir fluidos e sais durante as primeiras semanas na dieta, e uma maneira de evitar esses efeitos colaterais, é diminuir gradualmente a ingestão de carboidratos em vez de reduzir drasticamente de uma só vez.

  • Constipação, risco de câncer digestivo e doenças cardiovasculares

A constipação é um efeito colateral muito comum que ocorre quando uma pessoa começa a seguir essa dieta e isso normalmente é resultado da baixa ingestão de fibras devido a uma redução acentuada no consumo de alimentos à base de plantas, o que também pode aumentar o risco de câncer digestivo e doenças cardiovasculares além de levar a problemas de intestino e constipação.

  • Atenção na hora de treinar

Seguir uma dieta low carb significa dizer adeus aos treinos intensos com pesos, exercícios aeróbicos de alta intensidade ou qualquer outro que faça com que chegue ao seu limite, porém, que são os principais responsáveis por fazer com que a sua massa muscular cresça, que aceleram o seu metabolismo e te deixam em forma rapidamente.

Seguir essa dieta praticando atividades físicas de alta intensidade não é algo negociável para o seu corpo, já que quando você esgota o glicogênio muscular, ocorre um aumento diretamente proporcional na fadiga muscular e também no catabolismo muscular (metabolismo direto da proteína muscular do seu corpo ou conversão dessa proteína em glicose via glicogêneses).

À medida que qualquer pessoa perde massa muscular, o metabolismo se torna ainda mais lento torando ainda mais difícil a manutenção de massa magra ou tônus musculares.

Esses são alguns dos perigos da dieta low carb, por isso, o ideal é sempre consultar um médico antes de fazer qualquer mudança em sua dieta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *