Milho é Low Carb ? | Veja se Pode Comer Milho Na Dieta Low Carb

milho é low carb

Ultimamente o milho foi associado a produções em massa, OGM – organismos geneticamente modificados e alimentos altamente processados, como por exemplo o amido de milho modificado, xarope de milho com alto teor de frutose e óleo de milho, porém há uma enorme diferença entre esses alimentos ultraprocessados e o milho fresco de preferência orgânico.

Mas afinal, o milho é um vegetal? É saudável? É um carboidrato?

Tecnicamente o milho é um grão e nutricionalmente falando é mais parecido com um vegetal rico em amido, e embora seja considerado por muitos um vegetal, os produtos feitos a partir deste alimento, como por exemplo a pipoca, são considerados grãos.

Quando se fala sobre o milho na dieta low carb, assim como as ervilhas, lentilhas, quinoa e feijões, eles não são as melhores escolhas e por isso devem ser limitados, embora ele apresente uma série de benefícios à saúde.

Carboidratos presente no milho

Uma espiga de milho inteira contém 22 gramas de carboidratos e apenas 6 gramas de açúcar natural, o que é menos do que a quantidade presente em uma banana por exemplo. Uma simples espiga de milho tem cerca de 100 calorias, o que é semelhante a uma maçã, porém, com quase 3 gramas de fibra por porção, o milho pode te ajudar a se sentir satisfeito por mais tempo, então é menos provável que você coma muito mais tarde. Se você está seguindo uma dieta focada no baixo consumo de carboidratos, o ideal é comer meia espiga em vez de uma espiga inteira.

Tanto o milho fresco como o enlatado (embora o primeiro seja sempre uma opção melhor devido aos conservantes presentes no enlatado) faz bem para você, mas deve ser sempre consumido com moderação se você segue uma dieta onde o foco é consumir pouco carboidrato.

Neste caso, você pode consumir com segurança uma porção de ¼ de xícara de milho, pois contém apenas 7,5 gramas de carboidratos o que faz com que você ainda permaneça dentro do seu limite diário de carboidratos.

Enquanto o milho amarelo natural contém 19 gramas de carboidratos por porção de 100 gramas, aqueles em forma de castanhas ou salgadinhos, que vem embalados e salgados contêm 73 gramas de carboidratos por porção de 100 gramas e por isso não é um lanche apropriado para as pessoas que seguem a dieta low carb, bem como a pipoca que contém 74 gramas de carboidratos a cada porção de 100 gramas.

Benefícios nutricionais do milho

Embora o milho seja um alimento que contém carboidratos complexos, ele também é bastante saudável, já que é rico em vitamina C, vitaminas do complexo B e magnésio.

Ele também contém zeaxantina e luteína, que são dois fitoquímicos que fazem muito bem para a saúde.

Milho e a perda de peso

Embora rico em carboidrato, o milho na dieta low carb assim como praticamente todos os outros alimentos, pode ser consumido porém com moderação, e por se tratar de um alimento rico em fibra solúvel que alimenta as boas bactérias do intestino, ele também ajuda na digestão, o que é ótimo para a perda de peso.

Milho enlatado

Uma xícara de milho enlatado contém 30 gramas de carboidratos, e assim como o fresco, o milho enlatado está permitido desde que consumido com moderação.

Uma dica, é adicionar uma quantidade moderada em suas receitas, como por exemplo em uma salada, wrap ou sopa.

Alguns planos de dieta com baixo teor de carboidratos, como por exemplo a Atkins, têm uma fase de indução na qual os carboidratos são estritamente evitados durante as primeiras semanas, mas depois é gradualmente reintroduzido na dieta, o que significa que você deverá evitar este alimento na fase inicial da dieta, mas poderá adicioná-lo futuramente na sua rotina alimentar.

Quando for introduzi-lo novamente na sua dieta, a melhor opção é manter uma porção de ¼ de xícara que contém 7,5 gramas de carboidratos.

Sendo assim, você não precisa ser radical e evitar totalmente o milho na dieta low carb, apenas preste atenção na quantidade de carboidrato total que irá consumir durante o dia e consumi-lo com moderação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *