Farinhas Low Carb | Conheça as Melhores Opções para a Dieta

Ultimamente é muito difundido o conceito de dieta Low Carb em que as pessoas seguem para reduzir os quilos a mais ou ainda, visando maior qualidade de vida e saúde. Uma das alternativas que surgiram então para se encaixar nessa dieta foram as inúmeras variedades de farinhas que vem para substituir as farinhas tradicionais como a farinha branca e a farinha de centeio.

A diferença entre as farinhas Low Carb e as tradicionais são que as primeiras são ricas em carboidratos que se transformam automaticamente em açúcar no sangue contendo grande quantidade de calorias também. Já as que são feitas a partir de outros alimentos possuem maior quantidade de proteínas, gorduras boas, fibras e demais nutrientes. Elas podem facilmente substituir as farinhas tradicionais nas mais diversas preparações.

Essa é uma praticidade muito importante para quem gosta de preparar tortas, bolos, pães, panquecas pois tudo pode ser feito com as opções mais saudáveis que são as farinhas Low Carb. Vou descrever um pouco das alternativas que existem e seus benefícios e algumas dicas importantes para você começar a utilizar em sua alimentação hoje mesmo:

Farinha de Amendoim:

Essa farinha pode ser feita em casa facilmente e não possui nenhuma grama de carboidrato. Ela é rica em gorduras monossaturadas e fibras e por isso é bem eficiente em controlar a fome, evitando que a pessoa coma demais e ao mesmo tempo mantendo-a saciada por um maior período de tempo.

Ela pode ser feita a partir do amendoim cozido. É só assar ele no forno, retirar totalmente a casca e bate-lo no processador até que forme uma farinha.

O consumo de amendoim é benéfico ao organismo porém é preciso ter cuidado com os excessos pois trata-se de um alimento rico em gordura e com alto teor calórico. A farinha da mesma maneira, deve ser adicionada nas preparações em pequenas porções de consumo diário.

Farinha de Banana Verde

Essa farinha é rica em carboidratos porém, é considerada Low Carb pelo fato de serem carboidratos com baixo índice glicêmico que faz com que o organismo demore mais para metabolizar aumentando a saciedade.

Um importante detalhe dessa farinha é que ela é rica em vitamina C e cálcio e tem o conhecido amido resistente que tem inúmeros benefícios a saúde.

Ela pode ser feita em casa mesmo com as bananas ainda verdes. Basta assá-las no forno até que fiquem secas e depois deixar esfriar antes de bater no processador até que formem uma farinha.

Farinha de Linhaça

Essa farinha é totalmente isenta de carboidratos e pode ser utilizada por quem quer melhorar o funcionamento do intestino. Isso porque é a que mais contém fibras, fazendo assim com que haja mais saciedade e seja uma fonte de gordura boa e ômega 3.

Para fazer essa farinha é muito simples, basta pega a linhaça que você deseja que vire farinha pois ela pode ser marrom ou dourada bater no liquidificador e utilizar.

É importante fazer a farinha e utilizar para que os nutrientes sejam melhor aproveitados pelo organismo.

Farinha de Amêndoas:

Essa farinha é totalmente isenta de carboidratos e possui muitas fibras e vitaminas antioxidantes. Uma excelente opção para quem é alérgico a glúten também. Essa farinha é fonte de gorduras boas para o organismo aumentando assim os níveis do colesterol bom quando consumida com moderação.

Para fazer essa farinha é necessário retirar a pele das amêndoas, levar ao forno assando com cuidado para que ela não torre e perca o gosto natural. Então, o ideal é que seja em forno bem baixo e aos poucos. Quando estiverem cozidas as amêndoas deixe esfriar e depois bata num processador até que vire uma farinha.

Farinha de Casca de Maracujá

Essa farinha é rica em pectina que ajuda a controlar a glicemia no sangue. É também um potente aliado do emagrecimento pois ajuda a gordura não ficar retira nas células. Ela tem carboidrato em pouca quantidade, por isso é preciso ficar de olho na quantidade.

Para fazer em casa basta utilizar a casca do maracujá sem polpa e colocar para assar por mais ou menos 40 minutos em fogo baixo. Quando eles estiverem bem torrados desligue e deixe esfriar, depois disso só bater no processador para que vire farinha.

Farinha de Semente de Abóbora

Sendo uma excelente opção de farinha low carb ela possui uma quantidade de carboidratos relativamente baixa e rica em proteína. Isso faz com que ela seja naturalmente uma farinha que ajude a controlar a fome, rica em magnésio e potássio. Ótima também para quem pratica exercícios.

Para fazer em casa é necessário primeiro retirar da abóbora as sementes tirando totalmente os vestígios da abóbora, para ajudar deixe um pouco de molho na água e depois escorra, elas se soltarão naturalmente.

No forno deixe aproximadamente 40 minutos, sempre de olho para que não queime, ela apenas precisa ficar assada. Depois é só bater num processador até se tornar farinha.

Farinha de Coco

Por conta de suas propriedades nutricionais fantásticas a Farinha de coco é muito utilizada em diversos preparos pois seu gosto é muito marcante e gostoso. Rica em proteínas mantem a saciedade do organismo por mais tempo. Os carboidratos estão presentes porém em baixa quantidade.

Para fazer em casa é preciso abrir o coco retirando bem a parte interna dele. Deixe essa parte no forno por mais ou menos 5 horas, no fogo bem baixo para que não sejam perdidas as propriedades da fruta. Depois de assado e já frio bata no processador até que vire farinha.

Farinha de Nozes

Essa farinha é uma excelente opção para os que são alérgicos ou não querem consumir glúten pois ela é “glúten free”. Nela estão presentes níveis consideráveis de antioxidantes e vitaminas, principalmente vitamina E que faz muito bem para a pele. Pode ser facilmente utilizada nas mais diversas preparações deixando um sabor incomparável.

Para fazer essa farinha em casa é só assar as nozes descascadas em fogo baixo, cuidando sempre para que não passem do ponto de cozimento pois isso alteraria totalmente o gosto. Quando estiverem já crocantes pode levar ao triturador ou processador e bater até formar a farinha.

Farinha de Castanha de Caju

Essa é uma excelente opção com baixíssimo nível de carboidrato, alta proteína que aumenta a saciedade e traz gorduras boas em sua composição. Por isso pode ser facilmente adicionada a bolos, panquecas e preparações doces, deixando uma delícia.

Para fazer em casa a farinha de Castanha de Caju é necessário assar primeiramente as castanhas em forno médio ou baixo, sempre cuidando para que não passem do ponto. Depois de ficarem crocantes deixe esfriar e coloque no processador batendo até formar a farinha.

Informações adicionais

Todas as farinhas podem ser facilmente feitas em casa, o único detalhe que deve ser levado em consideração é que os grãos não devem passar do ponto de cozimento para torrados pois alterariam o sabor para um quase queimado. Como se tratam de oleaginosas, se ficarem torradas podem perder propriedades e não serem utilizadas da melhor forma para a saúde por isso, se você não conseguir fazer em casa é possível comprar em lojas que vendem produtos naturais, ou ainda, farmácias, supermercados entre outros.

As farinhas Low Carb podem ser utilizadas para quem quiser ter mais proteína em sua refeição ou ainda, para quem quiser retirar a grande quantidade de carboidrato de uma preparação, receita ou prato, para quem quiser ajudar o metabolismo ou o intestino a funcionar melhor. Lembrando que é importante a combinação de bastante ingestão de água nesse caso pois eles funcionam como um conjunto.

Por se tratarem todas as farinhas descritas acima de derivados de oleaginosas, elas possuem naturalmente uma grande quantidade calórica e, como qualquer alimento quando ingerido em excesso pode prejudicar tanto o organismo quanto a perda de peso por isso é importante lembrar que nas preparações elas devem ir conforme a receita mas se forem consumidas isoladamente, com um iogurte por exemplo, não devem ultrapassar duas colheres de sopa.

A troca entre farinhas tradicionais e farinhas Low Carb possui benefícios para quem quiser emagrecer, sem dúvida mas também para quem quiser ter mais qualidade de vida pois, todas possuem níveis consideráveis de vitaminas e minerais antioxidantes. Esses componentes ajudam na manutenção dos bons e essenciais níveis de colesterol e para ter uma pele bonita e macia.

Outro ponto positivo é que elas podem ser facilmente feitas em casa e consumidas bem fresquinhas, ou seja, mantendo os nutrientes naturais dos alimentos. Esse é um grande ponto em que a dieta Low Carb se mantém a frente das outras, a maneira com que a alimentação de verdade está presente. Reduzindo significativamente a quantidade de carboidratos na dieta faz com que o organismo consiga trabalhar com menores quantidades de açúcar. O açúcar quando consumido em excesso faz com que as pessoas envelheçam mais cedo.

Além de todas as farinhas citadas acima também possuírem níveis consideráveis de gordura boa que é essencial na dieta, elas também tem fibras que são potencializadas ainda mais quando consumidas com frutas. Elas tem um sabor muito bom quando misturadas em sucos também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *