Cuscuz é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Cuscuz Na Dieta

cuscuz é low carb

O cuscuz é um prato marroquino é feito a partir da moagem de grãos duros como cevada, milho, sorgo, arroz. Ele é enrolado a mão e possui várias consistências, porém quando não tem caroços e tem consistência fina é que é considerado bom. É um alimento derivado principalmente do milho sendo rico em fibras, proteínas e minerais.

O cuscuz possui três maneiras de ser preparado: marroquino, paulista e nordestino.

cuscuz é low carb

Você pode encontrar receitas low carb de cuscuz no nosso livro aqui.

Cuscuz marroquino: É feito com a sêmola hidratada, e pode ser adicionada a caldos e sopas. Outra opção é servi-lo com peixes, carnes e legumes. É muito versátil e por isso é considerado um ótimo acompanhamento. Depois de preparado o sabor é muito característico e não precisa ser aquecido antes de servir.

Cuscuz Paulista: É feito à base de farinha de milho e também é servido frio, os temperos mais presentes nesse prato são alho e cebola. Pimentão, ovo, sardinha, tomate, camarão também podem ser usados nessas preparações.

Cuscuz Nordestino: Essa receita é servida quente e feita a partir do grão de milho, pode ser recheada com carne de sol e queijo e geralmente é consumido no café da manhã. O acompanhamento é feito com café e um pouco de manteiga.

Cuscus pode na Low Carb?

Pode! O cuscuz é feito basicamente de água, farinha de cuscuz e sal. Os outros ingredientes como vimos acima são acrescentados dependendo do tipo e do gosto de cada um. Além disso, a farinha de cuscuz quando preparada absorve bastante água e isso faz com que os carboidratos presentes nessa receita diminuam.

Porém é importante lembrar que como qualquer coisa que é permitida Low Carb deve ser sempre dosada e adaptada as quantidades adequadas a cada pessoa.

Benefícios de incluir Cuscuz na sua Low Carb

A farinha de cuscuz possui uma série de lipídeos insaturados combinados com fibras que dentro do organismo fazem a excreção dessas gorduras prejudiciais ao organismo, sendo uma etapa muito importantes para a saúde cardiovascular pois reduz os níveis de gordura no sangue. Tudo isso, faz com que o metabolismo também de uma acelerada.

Quando o alimento é rico em fibras há o aumento do funcionamento do intestino e isso fortifica o sistema imunológico em primeiro lugar, além disso, faz com que haja mais excreção de toxinas e ativa o poder anti oxidante das células. A quantidade de anti oxidantes é importante também, para acelerar o processo de cicatrização.

Como o cuscuz é um carboidrato complexo que demora para ser digerido dentro do organismo quando combinado com uma proteína magra por exemplo: frango, queijo cottage, ou qualquer carne vermelha magra faz com que a energia corpórea aumente, assim combinado com qualquer exercício ajuda os níveis de massa magra a aumentarem.

Receitas para incluir o Cuscuz na Low Carb

Por se tratar de uma receita muito simples e baseada em misturar a farinha de cuscuz com água ela segue a tradicional porém, existem muitas combinações Low Carb que existem para que haja uma maior variedade no cardápio aumentando as possibilidades de incluir mais vitaminas a dieta.

O modo de fazer o cuscuz sempre continuará o mesmo porém os acompanhamentos é que mudam. Como já vimos acima é um alimento que contém uma quantidade de carboidratos boa para quem pratica exercícios mas também pra quem quer se manter com energia durante o dia.

Aqui vai uma receita muito simples de cuscuz Fit que pode ser adiciona na dieta Low Carb sem culpa.

Ingredientes:

  • Meia xícara de floção ou Milharina (Tipos de farinha de cuscuz)
  • ¼ de xícara de água para hidratar a farinha
  • Adoçante ou sal a gosto

Modo de Fazer:

Misture a farinha de cuscuz na água, adicione o açúcar ou o sal como preferir. Misture tudo isso bem e espere aproximadamente 10 minutos até que a farinha enxugue a água.

Isso mesmo, a preparação em sua essência é sem um gosto acentuado e por isso pode ser servido tanto doce. Lembrando que se a opção for doce é necessário encontrar um adoçante o mais natural possível ou optar pelo salgado e servir com alguma fruta por exemplo morangos com creme de leite, ou chocolate amargo. Fazendo com que o prato fique agridoce. E salgado só acrescentando um pouco de sal na hora da preparação e servir com frango, queijo ou requeijão light.

Essa é mais uma escolha que entra naquelas para fazer dieta sem comer sempre a mesma coisa, um prato mais simples que fica pronto rápido e ainda contém todas as vitaminas e fibras presentes no milho com uma vantagem, é maior parte água!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *