Como é A Dieta Low Carb ? Veja Como Funciona

A dieta Low Carb funciona de uma forma em que o organismo funcione a partir das calorias fornecidas pela combinação de gorduras boas extraídas de oleaginosas como amendoim, castanhas, amêndoas, manteiga, óleo de coco, azeite oliva, abacate. Combinados com proteínas com pouca gordura sendo principalmente ovos, carne de frango sem pele, cortes de gado magros como patinho, maminha, coxão mole, filé e peixes de qualquer tipo contando com sardinha e atum em lata.

Essa dieta é usualmente feita tanto por pessoas que querem perder peso tanto para aqueles que precisam baixar os níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue pois, os carboidratos simples como massa, arroz, pães e bolachas recheadas não são permitidos diminuindo consideravelmente a quantidade de calorias e de açúcar no sangue.

Uma boa dica pra quem nunca fez dieta e quer mudar os hábitos alimentares começando por comer menos, é habituar-se a tomar água durante o dia. A maioria das pessoas não tem esse hábito e toma muito menos que o recomendado e dessa maneira o corpo fica desidratado fazendo com que a pessoa sinta mais necessidade de comer e se sinta mais cansada.

A água além de hidratar o corpo funciona como combustível para vários processos, e sendo que mais de 70% da composição corporal é água ele necessita renovação desse componente frequentemente. Algumas sintomas da falta de hidratação baseiam-se em cansaço e necessidade de comer frequentemente. Fazendo com que a pessoa coma mais para se sentir disposto.

Existem líquidos que são confundidos com água pura. Como por exemplo, sucos de frutas, eles hidratam de fato porém trazem todas as calorias e açúcares das frutas junto, totalizando muitas vezes as calorias de uma refeição. Se for industrializado pior ainda pois as frutas são substituídas por corantes artificias açúcares e componentes químicos. Se for diet não há diferença uma vez que se transformam em açúcar de qualquer forma.

Uma das maneiras mais eficazes de adquirir o hábito de tomar mais água é manter uma garrafa de água do lado. Se você for do tipo de pessoa que trabalha parado e sentado é um pouco mais simples lembrar, mas há pessoas que precisam correr de um lado para o outro e não conseguem carregar a garrafa consigo, aí é preciso lembrar de tomar sempre que estão parados em algum lugar. Existem alguns aplicativos de celular que ajudam nessa função.

Frutas na Dieta Low Carb

Frutas são uma boa alternativa para serem inseridas em lanches da tarde ou café da manhã porém é preciso lembrar que mesmo que saudáveis elas possuem um açúcar chamado frutose que é entendido pelo corpo como carboidrato simples causando pico de insulina fazendo com ocorra o acúmulo de gordura.

Obviamente, é melhor ingerir uma maça do que um brigadeiro por exemplo, sendo que ambos tem a mesma quantidade de calorias e são entendidos pelo corpo quase da mesma forma. O segredo maior da dieta Low Carb é o uso inteligente das propriedades dos alimentos permitidos, e, por isso as vitaminas, minerais e fibras oferecidos pelas frutas são usados da melhor maneira fazendo com que o corpo queime essas calorias ao invés de armazená-las.

Combinações permitidas na Dieta Low Carb são: Oleaginosas e frutas ou Frutas e proteínas.

Alguns exemplos são: Panqueca de Banana. Amassar uma banana com canela acrescentar uma colher de aveia em flocos (teoricamente a aveia contém glúten e por isso deve ser dosada nesse contexto) ela pode ser substituída por qualquer uma das farinhas Low Carb, nesse caso a de berinjela ou coco é excelente, com duas colheres de água e um ovo. A preparação é simples no micro-ondas ou em uma frigideira untada.

Outra combinação é uma maça com canela e um pote de iogurte desnatado. Lave a maça e corte e bata no liquidificador com o pote de iogurte e uma colher de chia. É importante lembrar que as fibras e minerais das frutas são otimizados quando elas são consumidas com a casca e ou o bagaço.

Quando possível a opção deve ser por frutas e verduras orgânicos, pois entram na categoria de menos produtos químicos para o corpo. Porém, não são todos que tem acesso a esses produtos e muitas vezes eles são muito mais caros do que os tradicionais. Então, mais uma vez é preciso adequar a dieta a sua realidade e praticidade, sempre!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *