Chia é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Chia Na Dieta

A chia é uma semente que foi introduzida na alimentação por causa de seus inúmeros benefícios para a saúde. O maior benefício dela é que dentro do organismo os grãos incham e dobram de tamanho ocupando mais lugar dentro do estômago aumentando a sensação de saciedade.

chia é low carb

É um grão muito prático que pode ser facilmente consumido quando incluso em preparações como saladas, iogurtes, frutas. Ela é considerada rica em gorduras boas que fazem com que o organismo trabalhe mais e melhor, uma delas é o ômega 3.

Possui duas propriedades consideradas fontes naturais de antioxidantes, ácido cafeico e ácido clorogênico. Antioxidantes são responsáveis pela diminuição dos radicais livres nas células o que aumenta o poder de renovação celular, deixando a pele mais radiante e bonita.

Apesar de ser semente é considerada uma excelente fonte proteica, em sua maioria essas proteínas são aquelas as quais o organismo não produz e por isso inclui-lo na dieta é ainda mais importante.

A chia É permitida na Low Carb e sua farinha também!

Depois de ser ingerida a grande quantidade de fibras contidas nela faz com que ela dobre de tamanho e forme uma espécie de gel e em contato com os sucos gástricos aumentam a dilatação do estômago sem precisar ingerir mais comida. Essa é uma das grandes vantagens de se incluir a Chia em qualquer dieta.

O consumo de Chia aumenta a saciedade e Diminui os níveis de açúcar no sangue

Em um estudo feito pela Europian Journal of Clinical Nutrition relatou que os pacientes que ingeriram chia por 12 semanas obtiveram resultados quanto a redução de gordura por conta de o consumo de chia. Essa semente evita picos de glicose no sangue fazendo com que ela seja lentamente liberada, o que diminui o acumulo de gordura nas células. Além disso, eles também relataram maior saciedade entre as refeições.

Essa propriedade também previne e controla diabetes, isso porque reduz os níveis de açúcar no sangue, então, é ideal nesses casos que ela seja consumida com um carboidrato para que a velocidade de absorção seja mais lenta aumentando a saciedade. Essa característica da chia faz com que a resistência à insulina diminua, o que é muito importante pra quem sofre de diabetes.

A quantidade de chia indicada para cada dia é de aproximadamente 25 gramas que é uma colher de sopa. Ela pode ser adicionada no suco, iogurte, acompanhar uma fruta pois seus grãos não alteram o gosto dos alimentos. Já, com ela hidratada é necessário deixar de molho por algumas horas com água e ingerir toda a mistura que também não tem nenhum gosto característico.

A chia é muito versátil e como contém inúmeros benefícios é usada em várias receitas fit. Uma delas, bem conhecida é o pudim de chia, que é basicamente as sementes de chia hidratadas que formam uma consistência mais firme imitando um pudim com frutas. Aqui estão receitas de pudim de chia Low Carb que servem tanto para lanche da manhã, da tarde ou sobremesa.

Receita de pudim de Chia Low Carb com morangos

Ingredientes:

  • 3 colheres de chia
  • 1 adoçante culinário
  • 1 xícara de água filtrada
  • 1 colher de sopa de creme de leite
  • 10 morangos

Modo de Fazer:

Bata em um liquidificador água, creme de leite, adoçante e morangos até que se tornem uma mistura homogênea. Acrescente nessa mistura depois de pronta a chia, coloque gelar e sirva de pois de quatro horas.

Você pode colocar em potinhos imitando uma sobremesa tradicional. Pode colocar em potes com tampa e levar de lanche. É uma receita muito versátil que pode ser feita com outras frutas também e além disso pode ser tirado aos poucos e adoçante.

Receita de Pudim de Chia Low Carb Clássico

Ingredientes:

  • 1 xícara de leite de coco
  • 2 colheres de sopa de chia
  • Meia colher de extrato de baunilha
  • Gotas de adoçante da sua preferência
  • Frutas vermelhas (ou uma fruta opcional)

Modo de Fazer:

Misture todos os ingredientes em um refratário a mão, e depois incorpore a chia. Para que a consistência fique parecida com a de pudim é preciso deixar a noite toda ou por pelo menos 6 horas na geladeira.

Em ambas as receitas tanto as frutas quanto a maneira de adoça-las é opcional. Para quem está tentando além da dieta mudar os hábitos a sugestão é ir diminuindo a quantidade de açúcar das sobremesas gradativamente até que o paladar não precise mais de tanto doce pra satisfazer.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *