Abobora Cabotia é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Abobora Cabotia Na Dieta

abobora cabotia é low carb

Abobora Cabotiá é uma das variações existentes dos diversos tipos de abóboras. É chamado com esse nome pois sua origem é japonesa então, muito usada em países orientais como Japão e Coreia. Trata-se de um componente tanto para receitas doces quanto para salgadas e por isso é uma ótima opção na hora de fazer as compras da semana.

abobora cabotia é low carb

Você pode encontrar receitas low carb com abobora cabotia no nosso livro aqui.

Essa abóbora tem uma cor alaranjada justamente por conter em sua composição uma alta quantidade de betacaroteno, uma substância muito poderosa e transformada no organismo principalmente em vitamina A. Essa vitamina ajuda a manter a pele, unhas e cabelos fortes e bonitos. Ajuda na saúde e vitalidade da pele e na renovação celular.

Outra vantagem no consumo da abobora cabotiá é que ela pode ser aproveitada totalmente, tanto sua polpa que é de cor alaranjada e tem um gosto mais adocicado parecido com uma batata doce, tanto sua casca, que é verde escura e possui inúmeras vitaminas e minerais diferentes.

Outra opção de consumo são as sementes. Depois de retirara-las de dentro do miolo, elas podem ser limpas e secas no sol ou no forno em uma temperatura baixa, pois ficam crocantes e saborosas e ainda possuem mais vitaminas. Pode ser acrescentado um pouco de sal e pimenta a gosto.

Abobora cabotia é permitida na Low Carb?

A abobora cabotiá contém carboidratos. Por exemplo, em uma quantidade de 100 gramas de cabotiá fornecem 24 calorias e 6 gramas de carboidratos. Então, se consumida com moderação ela pode fazer parte do cardápio Low Carb sem maiores problemas.

Por sua consistência e gosto pode substituir facilmente a batata em escondidinhos, por exemplo. Aqui vai uma receita Low Carb que pode ser facilmente usada como almoço ou jantar e o melhor é que pode ser feita e depois congelada, se tornando ainda mais prática.

Receita de Escondidinho de Abóbora Cabotiá com Atum

Ingredientes do purê:

  • Meia abóbora cozida;
  • 80 ml de leite;
  • 50 gramas de queijo ralado;
  • 1 colher de sopa de manteiga;
  • 1 pitada de páprica doce;
  • Sal a gosto;
  • Ingredientes do Recheio
  • 400 gramas de atum;
  • 2 colheres de requeijão light;
  • 50 gramas de queijo ralado;
  • Sal a gosto;

Modo de fazer:

Cozinhe a abobora bem e depois retire a casca. Se quiser pode tirar a casca antes de cozinha-la, mas depois de cozida fica mais fácil. Depois de deixar a abobora totalmente sem casca triture ela com ajuda de um liquidificador ou Mixer fazendo com que ela fique uma massa homogênea. Em uma panela derreta a manteiga, depois de bem derretida adicione a abóbora e mexa até que fique morna, desligue o fogo e adicione o leite e os temperos até ficar cremoso. Adicione o queijo e tampe a panela para o queijo derreter.

 Para o recheio é mais simples, só juntar o atum, o requeijão e o queijo formando uma mistura homogênea. Em uma assadeira coloque metade do purê já pronto. Se necessário pode untar a forma ou assadeira com manteiga ou óleo de coco. Depois de colocar metade do purê coloque o recheio e a outra metade do purê de abobora.

Essa mistura fica no forno com temperatura de 200 graus por mais ou menos 15 minutos. Pode-se optar por colocar queijo novamente como cobertura no escondidinho.

O recheio é feito de atum nesse caso porém, é possível que ele seja substituído por uma carne moída magra, por frango desfiado, por legumes como brócolis, cenoura, couve flor. É possível adicionar vários ingredientes como complemento e mudar o recheio para que não caia na mesmice.

O importante é entender que não é preciso se privar de comer coisas boas quando se está de dieta, e que é possível fazer trocas inteligentes e saudáveis e focar sempre na saúde para que o emagrecimento se torne uma consequência.

Essa é uma opção para quem não tem muito tempo durante a semana e mesmo assim quer optar por um jantar ou almoço Low Carb e nutritivo. Depois de pronto ele pode ser congelado em porções e descongelado no micro-ondas ou em uma panela.

Essa opção é com a moranga cabotiá substituindo a batata normal, não por ela fazer mal mas pelo fato de ela ser rica em calorias e carboidratos. Lógico que, esse é um prato que não pode ser consumido desenfreadamente. Pode ser consumido uma porção de 100 gramas ou mais adequado a dieta sempre, com mais uma porção de folhas verdes por exemplo e se torna uma excelente e nutritiva refeição.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *