Trigo Para Quibe é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Trigo Para Quibe Na Dieta

O trigo corresponde a um dos cereais mais antigos e utilizados do mundo, por isso faz parte da história da gastronomia sendo muito utilizado na fabricação de bolos, bolachas, massas, pães. Enfim, o trigo está em praticamente tudo. As receitas podem variar da tradicional farinha de trigo ou também na sua versão integral.

Na versão tradicional ou mais conhecida como a farinha branca ele contém poucas vitaminas e glúten e transforma-se rapidamente em açúcar no sangue e por isso, na maioria das vezes é evitado por quem está fazendo dieta.

A opção nesses casos é pela Farinha de trigo integral. Essa versão possui mais vitaminas, minerais e muito mais fibras e por isso sua absorção é feita de forma lenta pelo corpo ajudando na saciedade, fazendo com que a pessoa demore mais para sentir fome e consequentemente coma menos.

A quantidade de fibras de um alimento também ajuda a diminuir os níveis de açúcar do sangue. Ou seja, quanto mais fibras os alimentos contém mais açúcar ele “retiram” do corpo. Explicando a grosso modo. É por isso que esses alimentos devem ser escolhidos principalmente por diabéticos ou os que querem reduzir o nível de açúcar do sangue.

A diferença entre elas começa quando a farinha branca precisa passar por muitos processos para ficar da cor e textura em que se apresenta, enquanto a farinha integral não. Então ela mantém mais vitaminas como: B1, B6, proteínas, minerais, magnésio, selênio, zinco. Na versão branca muito desses se perdem.

Além da farinha extraída do trigo existem mais produtos que são extraídos dele. Um deles é a famosa Farinha de trigo para quibe. Essa farinha geralmente é conhecida como Triguilho ou Bulgur. Isso porque essa é uma espécie do trigo que não se desenvolve o necessário para virar farinha e por isso os grãos passam por um processo de germinação.

Primeiro eles são cozidos, depois secos e finalmente passam pelo processo em que são moídos e ficam parecendo pequenos grãos de arroz. Como ele é feito a partir de um processo em que o grão integral é aproveitado ele preserva em sua composição todas as vitaminas e minerais próprias do grão integral.

As vantagens pra quem consome a farinha para quibe é que ela possui grande quantidade de fibras, as quais ajudam o intestino a funcionar e consequentemente ajuda na imunidade do corpo como um todo. Além disso, os níveis de vitamina E e selênio presentes nela formam um poderoso antioxidante o qual ajuda nos processos de retardação de envelhecimento da pele.

A farinha de trigo para Quibe é Low Carb?

NÃO! A farinha de trigo para quibe não é Low Carb por dois motivos, ela contém glúten e além disso contém grandes quantidades de carboidrato em sua composição. Por exemplo, uma colher de farinha para quibe possui 22 gramas de carboidrato. Ou seja, ela quase sozinha corresponde a um dia todo dos carboidratos que podem ser ingeridos na Low Carb.

Mesmo ela sendo muito recomendada por causa do seu alto valor nutritivo, não deve ser inclusa na Low Carb.

Mas, se você é um daqueles que gostam muito de quibe e quer inclui-lo na dieta de vez em quando tem opções de quibe low carb sem utilizar a farinha de trigo para quibe. Aqui está uma receita muito deliciosa em que a farinha de trigo para quibe é facilmente substituída.

Receita de Quibe Low Carb com Couve Flor

Ingredientes:

  • 500 gramas de carne moída;
  • 250 gramas de couve flor;
  • Meia cebola picada;
  • Sal e Pimenta do reino a gosto;
  • Salsinha a gosto;
  • Uma colher de manteiga;

Modo de Fazer:

Lave bem o couve flor e passe ele no processador ou liquidificador até que fique totalmente triturado, depois frite ele na manteiga até que fique bem dourado. Depois disso, adicione a carne moída e os temperos a gosto. Depois de cozida essa misture espere esfriar e modele os quibes da maneira que preferir. Pode se adicionar um recheio feito com queijo ou requeijão. Depois disso leve os em uma assadeira untada com forno de 180 graus por cerca de 40 minutos.

Essa é uma opção leve em que a Farinha de trigo para quibe é facilmente substituída por couve flor. É logico que não é exatamente o mesmo gosto mas se trata de uma preparação para que o sabor seja parecido e substituído para não precisar deixar de comer o que se gosta só por estar de dieta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *