Kefir é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Kefir Na Dieta

Kefir é produzido a partir da fermentação do leite, uma bebida probiótica. Ele tem origem em um cogumelo tibetano de nome “Tibico” que está ganhando pouco a pouco adeptos em todo o mundo. No Brasil ainda não é muito comum seu uso porém vem ganhando adeptos por causa de seus benefícios para a saúde.

Os grãos basicamente são uma mistura de levedura e bactérias benéficas desse cogumelo. O tempo que ele precisa para germinar, onde colocar e como consumir depende do tipo de grão utilizado. Esse grão precisa ser imerso em água ou leite para germinar, se proliferar e então ser consumido.

A maioria das pessoas coloco os grãos em imersão ou com leite de vaca, cabra, ovelha ou búfala ou na água com açúcar mascavo. Essa escolha depende do paladar da pessoa. A proporção indicada é de uma colher do grão para cada meio litro de água ou leite. Além disso, é recomendado também que essa mistura fique em pote de vidro sem tampa, apenas coberto com uma toalha ou pano e a temperatura mantenha-se entre 20 e 30 graus.

O tempo mínimo de imersão do Kefir é de 6 horas, só depois disso ele pode ser consumido. Embora o ideal é que ele seja 3 dias porque só dessa forma ele terá adquirido o gosto e a textura ideal de consumo. Depois de pronto e já fermentado o kefir pode durar até 3 dias na geladeira.

Os grãos presentes nessa fermentação podem ser utilizados para refazer o kefir, já que a fermentação acontece além dos grãos. Depois de pronto é necessário coar a água. Eles ficam parecidos com iogurte ou coalhada. A forma de consumi-lo varia de acordo com o gosto. Pode ser consumido puro, misturado com frutas, iogurtes, leite.

Kefir pode ser considerado Low Carb?

Cada 100 gramas de kefir de leite, contém cerca de 7 ou 8 gramas de carboidrato, essa é uma quantidade boa para quem segue a dieta Low Carb pois pode facilmente adequar-se aos números permitidos então, o Kefir é sim considerado Low Carb. O Kefir imerso na água tem um pouco menos de carboidrato.

O gosto do kefir é levemente azedo, assemelhando-se a um iogurte natural, por isso quem não está acostumado com esse gosto pode descrevê-lo como amargo ou então não conseguir comer puro. Uma alternativa é batê-lo com uma fruta para que o açúcar dela ajude no gosto, porém aos poucos é possível que o paladar fique mais familiar e consiga comer puro.

Benefícios de consumir Kefir:

É uma fonte de inúmeros nutrientes por ser originário de uma semente, então trata-se de uma opção natural. As vitaminas presentes no Kefir são uma ótima opção para os intolerantes a lactose pois ele é rico em proteínas e cálcio, ou para quem quiser usufruir desses dois componentes sem precisar consumir leite.

Além disso, é considerado um probiótico muito melhor e mais efetivo do que qualquer tipo de iogurte. Isso faz com que o trânsito intestinal fique mais regulado e as bactérias boas permaneçam e ajudem na limpeza do intestino. Além de ser importante para o bem estar também faz com que a imunidade melhore, melhorando também a saúde como um todo.

Como consumir o Kefir

Aqui estão algumas dicas para te ajudar a consumir o Kefir e ainda seguir a dieta Low Carb otimizando as vitaminas e minerais.

O kefir pode naturalmente substituir o leite em panquecas por exemplo. Ele pode substituir o iogurte natural num café da manhã quando batido com morango, por exemplo. Além de trazer saciedade também ajuda na imunidade.

Aqui vai uma receita muito deliciosa de Kefir preparado como Smoothie, essa receita dá para duas pessoas.

Ingredientes:

  • Suco de limão;
  • Uma xícara de leite de coco;
  • Meia xícara de kefir;
  • Uma xícara de gelo;
  • 3 colheres de sopa de creme de leite;
  • Adoçante, Essência de baunilha ou Canela (Todos esses ingredientes são a gosto)

Modo de Preparo:

É só bater todos os ingredientes no liquidificador até o momento em que o gelo incorpore e fique na mesma consistência.

Uma dica é que o adoçante seja retirado do preparo até se habituar com o gosto do kefir apenas com a fruta e canela, pois assim ela se torna mais saudável ainda. Não tem problema nenhum usar adoçante na dieta, mas é importante lembrar que quanto mais adoçante mais o paladar se acostuma com o gosto “doce” e isso fará com que precise cada vez mais desse alimento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *