Farelo De Trigo é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Farelo De Trigo Na Dieta

O farelo de trigo é um alimento feito a partir da casca do trigo, composto por fibras insolúveis. É submetido a alguns procedimentos para ficar da forma que é vendido e pode ter inúmeros benefícios para a saúde quando incluso na alimentação ou em algumas receitas.

O trigo possui em sua composição naturalmente glúten, e por isso, não é indicados para os que tem a doença célica pois pode causar alguns tipos de alergia nesse sentido. Mas levando em consideração isso, é um alimento muito rico e pode ser moderadamente incluso em uma dieta e poderá trazer muitos benefícios.

 Porque devo incluir o farelo de trigo em minha dieta?

O farelo de trigo possui inúmeros benefícios e poucas calorias e por isso é um ótimo acompanhamento em iogurtes, shakes, ou preparações em que a pessoa esteja buscando aumentar o número de fibras do seu cardápio.

Ele é um ótimo aliado pra quem quer trazer mais saúde para o intestino pois, as fibras quando estão no intestino fazem uma limpeza intestinal. Dessa maneira são feitas faxinas e eliminações fecais de forma eficaz, ajudando consecutivamente aqueles que tem problemas com intestino preso.

Uma vantagem em consumir todos os alimentos desse grupo dos ricos em fibras é que a sensação de saciedade é muito maior ao longo do dia, por conta exatamente dessa propriedade é também que se garante a saúde do sistema imunológico. Sim, o intestino limpo e funcionando de maneira correta é um grande indicio que de as defesas do organismo estão funcionando adequadamente.

É muito importante no caso de incluir esse farelo no dia a dia que se intensifique também a quantidade de água ingerida. Pois, quanto maior o número de fibras na alimentação maior também a necessidade de água para que elas sejam corretamente aproveitadas pelo organismo.

Quem procura aumentar a quantidade de fibras ingerida diariamente tem que estar consciente de que todos esses alimentos também requerem uma quantidade dobrada de água, pois, se a pessoa não fizer isso é possível que ocorra o efeito contrário em que esse alimento retire do próprio corpo essa agua e não consiga umidade suficiente para formar o bolo fecal e excretar as substâncias.

Tão importante quanto incluir diferentes tipos de alimentos e principalmente sementes na alimentação é também, interessante que se leia a respeito para saber quais são suas consequências no organismo e ele as usa para metaboliza-las.

O farelo de trigo também é uma poderosa ferramenta que faz com que o corpo não absorva certas gorduras. Durante o processo de metabolização e excreção ele se gruda em certos tipos de gorduras prejudiciais ao corpo fazendo com que elas sejam excretadas. Isso ajuda a diminuir os níveis de açúcar e colesterol ruim no sangue. Além de ser poderoso aliado contra algumas doenças que necessitam dessas condições para instalar-se.

Esse farelo não possui nenhum gosto característico, então o ideal é que seja acrescentado a alimentação ou seja usado na substituição de farinhas para uma opção de lanche ou bolo saudável, por exemplo. Pode ainda, ser incluso na alimentação misturado tanto com alimentos doces frutas, iogurtes. Tanto como, em pratos salgados arroz, feijão, etc.

A ingestão diária desse farelo não deve ultrapassar a quantidade de 3 colheres de sopa por dia. Uma dica é inclui-lo no café da manhã aos poucos junto com aveia, ou linhaça. Mesmo que começando por uma colher de sopa por dia, aos poucos sentindo os efeitos.

Farelo de Trigo é Low Carb?

Em 100 gramas do farelo de trigo são encontradas 65 gramas de carboidratos sendo eles, 43 gramas fibras. Além disso, o farelo de trigo contém glúten, o que exclui ele mais uma vez das farinhas low carb. Ou seja, teoricamente ele não é um alimento Low Carb.

Mas, se for consumido por pessoas que não tem intolerância ao glúten e for restringido a uma colher de sopa por dia, por exemplo, os resultados a longo prazo serão aproveitados com a quantidade de fibras maior na dieta e não tendo um peso muito grande na quantidade de carboidratos ingeridos no dia.

Então, mais uma vez, o que vale levar em consideração é a quantidade de qualquer alimento que se opta por colocar na dieta. Tudo que for consumido de maneira exagerada fará com que os resultados não aconteçam, e por isso é mais uma vez que se deve usar o bom senso na hora de escolher os alimentos e acompanhamentos para as dietas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *