Comida Low Carb | Receitas Faceis de Fazer

Pra seguir a dieta Low Carb não basta apenas reduzir os carboidratos mas é preciso entender quais são os alimentos permitidos, quando e como consumi-los para aproveitar da melhor maneira as vitaminas que eles oferecem. Existem uma infinidade de alimentos que podem ser inclusos nessa dieta, mas é preciso prestar atenção, sempre nas quantidades pois qualquer alimento, em excesso não é saudável.

Os alimentos permitidos são basicamente os mais naturais possíveis, como frutas, verduras e legumes, principalmente. Alguns deles tem maior quantidade de açúcar, carboidratos, ou calorias portanto não são todos liberados.

Carnes vermelhas magras, frango e peixes são as proteínas que devem ser inclusas para manter a saciedade durante o dia.

Queijos e ovos são complementos que fazem com que as comidas ganhem um sabor e toque especial pra que a dieta não entre na mesmice, assim é possível inovar e melhorar tanto sabor quanto textura adicionando mais proteína a eles.

Azeite, óleo de coco e manteiga, entram no lugar dos carboidratos e são inclusos nessas preparações também. São gorduras boas e responsáveis pelo efeito de reduzir medidas rapidamente que é atribuído a essa dieta.

Nozes, Amêndoas, Avelãs, Castanha do Pará, Amendoim são as oleaginosas que quando combinadas com uma fruta, por exemplo, evitam os picos de insulina no sangue, que devem ser evitados para que não ocorra acúmulo de gordura.

Ao invés de consumir uma fruta separadamente é indicado eu se consuma ou esses exemplos de oleaginosas ou sementes que contém gorduras boas como: Linhaça, Chia, Girassol, Gergelim.

Por se tratar de uma dieta de alta saciedade, ou seja com alta quantidade de alimentos fibrosos é necessário tomar bastante água. Água pura, seja gelada ou em temperatura ambiente, que não equivale a chá. A diferença principal entre a água pura e o chá (ou qualquer bebida feita a partir do aquecimento da água) é que ela perde as moléculas de oxigênio.

Os chás liberados na dieta são sempre sem açúcar nenhum, o mesmo vale para o café, porém é preciso tomar cuidado com bebidas que tem cafeína em sua fórmula pois podem aumentar a ansiedade levando com que a pessoa precise comer mais.

Alguns alimentos também tem grandes quantidades de água e podem ser igualmente utilizados para hidratação. Legumes como Alface, Cenoura, Chuchu, Rabanete, Tomate, Couve-flor são, na sua maior parte compostos por água. Frutas como: Melancia, Maça, Abacaxi, Goiaba, Banana, Morango e Melão da mesma forma. Basta seguir as instruções e comê-las com uma fonte de gorduras boas.

Se, por acaso, a pessoa tiver dificuldades de ingerir os 2 ou 3 litros de água recomendada durante o dia uma alternativa é optar pela chamada Água Saborizada que nada mais é do que água com algumas especiarias como: hortelã, capim cidreira, limão, gengibre ou quaisquer outras do gosto que a pessoa preferir.

Para o preparo das refeições e dos pratos podem ser inclusos temperos sem nenhuma caloria como: todos os tipos de pimenta, gengibre, coentro, manjericão, alecrim. Esses temperos são importantes na preparação das carnes magras e dos peixes inclusos no cardápio. Já que, é uma dieta que pode variar bastante as preparações. Um cuidado que deve ser levado em consideração são os alimentos industrializados que contém no rótulo “Low Carb”. Não é só porque um alimento é com baixo carboidrato que ele é saudável, na maioria das vezes esses alimentos são ricos em sódio e elevam drasticamente a pressão arterial por conta do sal em excesso. Se, a pessoa ingerir esses alimentos e não tomar água para eliminar o excesso de sódio pode ser que os efeitos colaterais sejam inchaço e ou futuramente pedra nos rins.

Essa dieta além de ser indicada para os que querem perder peso também é ideal aos que querem baixar os níveis de triglicerídeos e pressão alta, os níveis de açúcar no sangue (Diabéticos ou para prevenir a diabetes também).

Essa e as mais diferentes dietas baseiam-se em ingerir alimentos de verdade citados na lista acima e fazer uma combinação deles. Tanto crus quanto refogados, eles podem ser uma opção para pratos quentes e frios. Em um ambiente frio, por exemplo o brócolis pode ser refogado com alho, cebola e temperos e virar sopa. O Morango, em dias de extremo calor pode ir para o liquidificador com água, gelo e uma colher de chia e ser um suco refrescante. Ou, até no lugar da água com um iogurte desnatado virar um smothie. As opções são inúmeras então convém da pessoa que quer ter um estilo de vida mais saudável estudar as opções.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *