Biscoito De Polvilho é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Biscoito De Polvilho Na Dieta

O biscoito de polvilho é popularmente conhecido e muito consumido pelo fato de ser muito gostoso e se torna uma opção que sempre está tanto no café da tarde quanto da manhã, enfim, que está presente na hora de fazer um lanche pois é leve e delicioso.

Muitas pessoas acreditam que pelo fato de ser um alimento leve e isso é dado a partir de seu peso e textura que ele seja também composto por poucas calorias e assim possa ser incluso nas mais diferentes dietas.

O que acontece é que seu principal ingrediente é o polvilho que nada mais é do que a maisena ou a farinha que é retirada do milho em sua versão de apenas amido, ou seja, o carboidrato que existe nesse alimento.

Isso mesmo, o polvilho nada mais é do que o amido extraído do milho, sem trazer junto suas gorduras e suas proteínas. Ele traz apenas os carboidratos que são reconhecidos pelo corpo quando ingeridos como açúcar, que causará um pico de insulina no sangue e isso fará com que o corpo acumule mais gordura.

Por isso é que, deve-se pensar inúmeras vezes antes de incluir o biscoito de polvilho em uma dieta. Porque embora esse alimento pareça com poucas calorias e leve trata-se de calorias vazias, ou seja, nenhuma fibra, nenhuma proteína, apenas carboidratos que serão rapidamente metabolizados pelo corpo e a fome aparecerá logo ou pouco depois de sua ingestão.

A dica pra quem quiser consumir mesmo assim os biscoitos de polvilho é que fique de olho nas quantidades e horários em que se consome, além dos acompanhamentos. Cada biscoito possui em média 12 calorias e quase 2 gramas de carboidrato. Aí é que se deve ficar atento se vale a pena mesmo consumi-lo.

Biscoito de polvilho é Low Carb?

NÃO! Como recém citado o biscoito de polvilho em uma unidade pequena contém 2 gramas de carboidratos e essas são chamadas de calorias vazias. Isso se refere a alimentos que trazem calorias contendo pouco ou nada de nutrientes, e que são transformados imediatamente pelo corpo em açúcar, causando picos de insulina que causam o acúmulo de gordura.

Outra desvantagem desse alimento é que ele possui um alto teor de sódio e isso faz com que o corpo trabalhe mais para eliminar essa substância retendo mais água. Dessa forma a pessoa se sente mais inchada. Além disso, o sódio sobrecarrega o trabalho dos rins tornando-o mais pesado. Com o passar do tempo e com uma alimentação com altos teores de sódio os rins podem armazenar as chamadas pedras ou cálculos renais.

Então, não se tratando apenas da dieta Low Carb mas de qualquer outra, o biscoito Low Carb deve ser evitado e, principalmente, não ser considerado um lanche saudável pelo fato de parecer leve em sua composição e não pesar no estômago.

Como o componente mais importante do biscoito é o polvilho qualquer adaptação a receita irá ser feita a partir desse ingrediente e por isso, é importante lembrar que, a polvilho é considerado um ingrediente prejudicial quando se trata de emagrecimento. A melhor das opções nesse caso é mesmo, evita-lo, principalmente na dieta Low Carb.

Além de ter cuidado na hora de ingerir esse alimento pela quantidade de calorias vazias, e sódio é preciso tomar bastante água para que ele seja excretado corretamente e ajudar na digestão desse alimento.

Uma opção existente para quem quiser continuar consumindo o biscoito de polvilho é adicionar na sua alimentação algumas fibras e acompanhamentos na hora de consumi-lo.

Aqui estão algumas combinações que podem ser feitas para quando você decidir consumir o biscoito de polvilho e quiser que ele seja metabolizado da melhor forma sem prejudicar o metabolismo e a saúde.

  • 20 Biscoitos de polvilho acompanhados com um copo de suco de limão sem açúcar;
  • 10 Biscoitos de Polvilho acompanhados com um copo de iogurte natural;
  • 6 Biscoitos de Polvilho acompanhados de uma banana;
  • 10 Biscoitos de polvilho acompanhados com duas castanhas do Pará;

Em ambas as combinações existem componentes que conseguem retardar o processo de absorção dos carboidratos presentes nos biscoitos e por isso otimizarão seu consumo evitando quaisquer picos de insulina no sangue. Lembrando que essa pode ser uma opção para lanche da tarde, porém é preciso que se adeque a uma dieta balanceada e com as necessidades reais de cada um.

O ideal é que sejam mensuradas as quantidades de acordo com a realidade de cada um e seus gastos calóricos diários.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *