Aipim é Low Carb ? Veja Se Pode Comer Aipim Na Dieta

aipim é low carb

Aipim, mandioca, macaxeira, essa raiz possui inúmeras denominações dependendo da região onde é cultivada, porém sempre muito consumida por se tratar de um acompanhamento em diversos tipos de molhos, saladas, e diferentes combinações o aipim, além de ser muito gostoso possui inúmeros benefícios para a saúde.

Originária da América do Sul, em sua composição são encontrados inúmeras vitaminas e minerais caracterizando uma excelente e saudável opção para ser inclusas em dietas e principalmente quando se trata de reeducação alimentar.

O aipim é um alimento altamente energético e por isso as principais indicações de consumo são na hora do café da manhã, almoço ou um lanche antes da pratica de uma atividade que demanda bastante energia. Porque, a energia desse alimento é liberada gradativamente, ele é rico em carboidratos de baixo índice glicêmico e fibras.

Ele ajuda a manter o tônus muscular das paredes do trato digestivo, ajuda também nos movimentos intestinais fazendo com que os nutrientes sejam facilmente absorvidos. Na maioria das vezes, o que acontece quando a pessoa tem problemas de intestino preguiçoso é que, o intestino delas provavelmente não está fazendo os movimentos corretos. Isso pode acontecer por inúmeros motivos mas um deles pode ser a falta de fibras.

Os alimentos com grandes quantidades de fibras, como é o caso do aipim, fazem com que o intestino se movimente corretamente e que a maior parte das substâncias que não servem mais sejam excretadas, dando mais espaço para novas células o comporem.

Há uma ligação direta entre a saúde do intestino e a imunidade, portanto quanto mais bactérias boas estiverem presentes no intestino e quanto mais regulado ele estiver maior estará a imunidade. Uma boa imunidade além de afastar gripes e resfriados também evita uma série de doenças e complicações de saúde.

Além das fibras, o aipim tem altas concentrações de vitamina C que combinada com seus antioxidantes ajuda no combate dos radicais livres, que são diretamente responsáveis pelo envelhecimento da pele e dos órgãos e na proliferação de células cancerígenas. Quanto mais antioxidantes são inclusos na dieta maior seu poder em parar com o crescimento de células tumorais ou cancerígenas.

Seus nutrientes ajudam no fortalecimento do cabelo, e sua folha é usada em tribos de Índios dos Estados Unidos, para a fabricação de shampoos, condicionadores ou sabonetes de uso pessoal justamente pelas propriedades excelentes que carrega.

O que acontece quando a pessoa ingere esse tipo de alimentos é que eles ajudam a neutralizar os efeitos ruins que podem se agravar por anos no corpo. Por isso que os alimentos são considerados fontes de prevenção de diversos tipos de doença, mas não são usados como tratamento pois precisam ser uma combinação de fatores.

Quando o aipim é consumido regularmente pode também evitar problemas de catarata pois contém a vitamina B1 que tem o poder de impedir que as células se alastrem nos olhos causando essas patologias.

É um alimento muito poderoso para os que precisam manter os níveis de ferro no organismo pois contém a mistura de duas substâncias importantes: ferro e folato. Ela é usada, na prevenção e para potencializar o efeito deve ser consumida junto com folhas verdes escuras.

Por se tratar de um alimento extremamente rico em fibras, o aipim além de ajudar no trânsito intestinal faz com que os níveis de açúcar no sangue baixem. Isso porque trata-se de um alimento com baixo índice glicêmico em que sua digestão é lenta e demorada, isso faz com que os níveis de açúcar baixem, assim como os níveis de colesterol.

Posso incluir o aipim na Low Carb?

NÃO! Cerca de 95% da composição do aipim é dada por carboidratos. Eles são carboidratos complexos e seus benefícios são comprovados, porém quando trata-se de Low Carb ela não pode ser inclusa pois quando falamos em carboidratos em cerca de 100 gramas de mandioca, por exemplo são encontrados 51 gramas só de carboidratos.

Esse número facilmente ultrapassa os permitidos em uma dieta Low Carb e por isso ela deve ser evitada. Lembrando que, quando a opção for por consumir mandioca o pedaço pode ser pequeno e deve ser usado para antecipar uma atividade em que seja gasta muito energia, pois, ela libera a energia aos poucos, além de contar com suas inúmeras vitaminas para dar mais força aos músculos no pós treino.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *